Assis reforça a criação do Mecão (Marcio Menezes / America Rio)

09/11/2017
Experiente, Assis estreará no futebol do Rio com a camisa rubra

Filho de Nova Viçosa, uma pequena cidade do extremo sul da Bahia, o meia Assis ganhou do futebol o direito de conhecer o país e o mundo. O reforço americano atuou com sucesso em clubes dos mais diversos cantos do Brasil e até rolou a bola em nações da Europa, como Suécia, Bulgária e Azerbaijão. No entanto, só agora, aos 33 anos, é que ele terá a chance de atuar no Campeonato Carioca. Será com a camisa vermelha que Assis debutará no futebol do Rio.

- Tive o privilégio de jogar todas as divisões do Campeonato Brasileiros e vários Estaduais, mas faltava o Campeonato Carioca. Mesmo com proposta de retornar ao futebol catarinense decidi aceitar o desafio de jogar pela primeira vez o Estadual do Rio, que é muito competitivo e dá muita visibilidade - revelou o jogador, que trabalhará novamente com Lucho Nizzo, que o comandou no CRAC, de Goiás.

- Feliz em trabalhar novamente com ele. É um grande treinador. O America é um time de tradição, sabemos da pressão mas vamos tentar fazer história, resgatando a tradição do clube.

Apesar do tempo de treinamentos ainda curto, já que as atividades começaram apenas no dia 1º deste mês, Assis já analisa a qualidade do plantel e do trabalho proposto pela comissão técnica.

- É um grupo mesclado, com jogadores experientes e jovens de qualidade. O elenco é qualificado e o futebol precisa desse equilíbrio. Estamos nos preparando para conquistar os objetivos, o primeiro deles passar pela fase preliminar. Estão todos confiantes e isso é bom pois mostra confiança no trabalho que está sendo feito. Vamos chegar bem na competição, tenho certeza disso. Parte física no futebol atual é muito importante e está sendo feito um ótimo trabalho.

Quem conhece um pouco da trajetória do jogador sabe que ele é um ótimo batedor de faltas. Ele promete empenho para manter a característica e balançar a rede pelo Mecão.

- De vez em quando faço uns golzinho de falta, gosto de bater as bolas paradas, prefiro as mais próximas do gol. Vou treinar bastante com meus companheiros para acertar na competição.

Velho Continente
Assis tem no currículo passagens por diversos clubes tradicionais. Na lista, Avaí, América-RN, CRB, Chapecoense, Bragantino e Atlético-GO, entre outros. Mais recentemente, foi considerado um dos melhores meias do Campeonato Catarinense dos últimos dois anos pelo Brusque. No entanto, um dos principais momentos da carreira do jogador aconteceu na Bulgária, pelo Chernomoretz, onde atuou na temporada 2011-2012 e fez 12 gols em 25 jogos. Jogar na Europa lhe trouxe ensinamentos que até hoje norteiam suas ideias sobre o futebol.

- Joguei quase quatro anos fora e me tornei um jogador mais completo porque lá a mesma intensidade com que se ataca é preciso defender. É um futebol mais dinâmico onde precisamos nos adaptar para ter sucesso. Graças a Deus consegui me adaptar rápido e já na primeira temporada fiz ótimo campeonato. Da mesma forma espero corresponder aqui. Vou buscar meu espaço respeitando meus companheiros, espero ser muito feliz no America.

- Departamento de Comunicação - AFC






COMPARTILHE: