Lucho dá orientações ao meia Robinho (Marcio Menezes / America Rio)

09/08/2017
Lucho faz testes em coletivo e mantém foco no G-2 geral

O elenco americano teve mais um dia de treino puxado no Estádio Giulite Coutinho. No campo principal, o técnico Lucho Nizzo comandou um treino tático e, logo após, um coletivo. Neste último, teve a oportunidade de realizar algumas variações - tanto na parte tática como na escalação da equipe principal - visando achar a melhor formação para enfrentar o Tigres, no próximo dia 16, em Xerém.

Lucho falou sobre esse período de treinos antes da partida da próxima quarta, o último intervalo mais dilatado antes da sequência de jogos decisivos que pode levar o Mecão de volta à Série A.

- Esses dias são preciosos porque estamos tentando recuperar alguns jogadores lesionados e fazer algumas correções de posicionamento defensivo e ofensivo. Na atividade de terça, em dois períodos, já houve uma resposta positiva quanto a isso. Faremos outro trabalho em dois períodos na sexta. Temos quatro jogos decisivos e hoje fiz algumas observações. Vamos trabalhar todas as possibilidades e variações para enfrentar o Tigres.

Como Lucho frizou, alguns jogadores não foram a campo no treino desta quarta. Nivaldo, Felipe, Allan, Rafael Azevedo e Pessanha não participaram do coletivo. Os três primeiros deram voltas em torno do campo. Os outros dois estiveram na academia.

Se há torcedores que perderam um pouco da confiança devido às derrotas fora de casa contra Serrano e Goytacaz, isso passa longe do comandante rubro. Vencer os próximos compromissos da fase classificatória é o único plano.

- Eu trabalho de mais pra menos. A minha meta, a princípio, é classificar o time pela classificação geral. Se nós trabalharmos assim, podemos talvez, caso isso não ocorra, alcançar ao menos as semifinais do turno. Nosso objetivo é vencer os quatro jogos e temos condições pra isso. Só dependemos de nós mesmos. Apesar de muita gente estar jogando a toalha por aí porque perdemos duas partidas fora de casa, é importante salientar que todos os favoritos, como Audax e Goytacaz, perderam jogos no returno. São situações que ocorrem na competição, ninguém vence todas. O importante é vencermos os quatro jogos e, repito, dependemos só de nós.

Parabéns

O grupo teve aniversariantes nos últimos dois dias. Na última terça-feira, Daniel completou 22 anos. Nesta quarta, Allan completou 33 primaveras. A família rubra deseja saúde, felicidade e gols para os nossos atacantes.

- Departamento de Comunicação - AFC




COMPARTILHE: